Pesquisar neste blog!!!!!

terça-feira, 7 de julho de 2009

A DISPUTA POR CARGOS DENTRO DA NOSSA DENOMINAÇÃO


"Esta é uma palavra fiel: Se alguém deseja o episcopado, excelente obra deseja"
(I Tm. 3:1)


Num primeiro momento, o tema desse comentário parece destoar do título, entretanto não há nenhuma contradição. É necessário frisar que este comentário não tem como objetivo, de forma alguma, ridicularizar as promessas que Deus tem especificamente na vida de "algumas" pessoas. Promessas essas que estão ligadas à área eclesiástica, mesmo porque Deus tem promessas para todos os seus filhos. Mas, este comentário, tem o objetivo de refutar os abusos existentes dentro de nossa denominação com relação a área ministerial.

Quem participa de um determinado órgão na Igreja, ou até mesmo um membro ou congregado mais atento, já percebeu nos discursos inflamados de muitos pregadores, que a questão eclesiástica, pesa muito dentro de "nossa igreja" (entenda-se "nossa igreja" como Assembléia de Deus). Não raro, as pregações são recheadas de promessas do tipo: "Você sentará na cadeira", "A cadeira te espera", "Prepare-se para ser missionário usado por Deus em outro país" e coisas semelhantes a essas.

Em primeiro lugar, todo o cristão deve ter em mente que um cargo eclesiástico é fundamentalmente uma responsabilidae, e não, uma "bênção em sí" (a não ser quando o cargo é cumprimento direto de uma promessa específica). Portanto, deve ser tido como algo sério e que requer renúncia e maturidade por parte daquele que aceita esse tipo de chamado.

Em segundo lugar, o cargo é um meio através do qual, o cristão que foi chamado para exercê-lo, realiza um determinado fim, a saber: ensinar, exortar, ministrar, edificar, consolar, etc. O cargo nunca deve ser o anseio final do crente. Muito menos deve ser cobiçado como se fosse um troféu. Pois aquele que faz tal coisa, tem sua mente desviada do alvo que é a Glória da Redenção em Cristo Jesus. Além do mais, o cargo é algo passageiro. Nós "estamos" em determinada posição, e não, "somos", determinada posição. No céu tudo isso passará.

O cargo também é sinônimo de liderança. E como tal, todo aquele que exerce determinado cargo tem o dever de ser referência (exemplo para os demais). Portanto uma pessoa que briga por cargos, não esta pronta para exercê-lo. (Em breve voltaremos a esse assunto)
Autor: Kleiton Álvaro

5 comentários:

  1. Neilton Rafael (nrsjcn2000@yahoo.com.br)9 de julho de 2009 18:32

    Que bom ter descoberto o blog do setor 07, as postagens são muito boas, além de instrutivas e inspiradas, parabéns ao setor. Que Deus continue abençoando a todos, vocês são um sucesso!!!

    ResponderExcluir
  2. Neilton Rafael (nrsjcn2000@yahoo.com.br)9 de julho de 2009 18:36

    Que bom ter descoberto o blog do setor 07. Eles são muito bons, são instrutivos e inspirados.Parabéns ao setor, vocês são um sucesso.

    ResponderExcluir
  3. este é blog é uma benção ,Deus vos abençoe...

    ResponderExcluir
  4. Só podia sair de Marangupe I mesmo, eu sempre acompanho esse blog e acho muito interessante. Fiquem na paz ! Queila (Maranguape I)

    ResponderExcluir
  5. Agora eu sou a mais nova blogueira do setor 07 (Queila)

    ResponderExcluir